in

Lembra deles? Avós de Doris em Mulheres Apaixonadas tiveram final triste e trágico na vida real

TV Globo/João Miguel Junior
Publicidade

Atualmente o Viva está reprisando a novela Mulheres Apaixonadas, grande sucesso da TV Globo produzida na década passada. Dois personagens da trama conquistaram o carinho do público, pois eram idosos e vítimas de maus tratos.

Esses personagens eram Flora e Leopoldo, interpretados por Carmen Silva e Oswaldo Louzada. Ambos começaram suas carreiras artísticas nos anos 30. Carmen, nascida em 1916, estreou na TV em 1956, participando do Grande Teatro Tupi.

Carmen integrou o elenco de várias novelas de sucesso, como Baila Comigo, Cara a Cara e a primeira versão da novela A Viagem, de 1975. Seu último trabalho, após Mulheres Apaixonadas, foi como a Dona Milú, do seriado A Diarista, em 2006.

Publicidade
Publicidade

Já Oswaldo, nascido em 1912, estreou na TV em 1971. Antes disso, participou de diversos filmes e peças teatrais. O ator esteve no elenco de Cara ou Coroa, Vamp, Uga Uga, entre outros sucessos. Em 2005, fez seu último trabalho na TV, como o Estevão do seriado Sob Nova Direção.

Além de quase a mesma idade e terem integrado momentos memoráveis da teledramaturgia brasileira, Oswaldo e Carmen possuem mais em comum do que interpretarem o casal de avós de Doris na novela Mulheres Apaixonadas.

Eles voltaram a atuar juntos após a trama no humorístico Zorra Total. Oswaldo, ou Louzadinha, como era carinhosamente chamado no meio artístico, faleceu em 22 de fevereiro de 2008, após ter uma falência múltipla de órgãos.

Dois meses mais tarde, em 21 de abril de 2008, Carmen também veio a óbito pelo mesmo motivo que Lozada: falência múltipla dos órgãos.

O casal é lembrado com carinho e respeito até hoje e a imagem de Flora e Leopoldo são associadas ao Estatuto do Idoso. O motivo: o estatuto só foi aprovado e se tornou lei federal após autoridades e políticos se senilizarem com o sofrimento de Flora e Leopoldo, que eram tratados da pior forma na trama pela neta.

O caso de Flora e Leopoldo era um retrato do que muitos idosos passavam no Brasil e não tinham a quem recorrer em busca de ajuda. Maus tratos contra os idosos passou a ser crime no Brasil e uma série de direitos para a terceira idade se sentir mais amparada foram criados.

Atores da novela, como Marcos Caruso, se sentem orgulhosos de terem participado de uma novela que teve enorme relevância social e jurídica. A trama também abordou a violência doméstica em uma época que não existia a Lei Maria da Penha.

Publicidade
Publicidade
Guti M

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades