in

Cantor gospel Flávio Camargo morre de pneumonia após ter se curado da Covid-19

Divulgação/Metrópoles
Publicidade

O cantor gospel Flávio Camargo morreu de pneumonia na noite da última terça-feira, 19. Desde o dia 5 de janeiro, o artista seguia internado no Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro, em decorrência de uma grave infecção pulmonar.

Em setembro de 2020, o cantor testou positivo para a Covid-19 e, na ocasião, chegou a ser internado e a ter 80% dos pulmões comprometidos, no entanto se recuperou da doença e recebeu alta médica. Contudo, em dezembro do ano passado, o artista teria voltado a se sentir mal.

Na quarta-feira, 20, foi realizado o velório e o enterro do cantor no cemitério Ricardo de Albuquerque, no Rio. Camargo deixa a esposa e um filho. Flávio Camargo gravou seu primeiro disco em 2018. Intitulado O Tempo, o artista acabou se destacando no mundo gospel com as faixas ‘Quando Deus Escolhe’ e ‘Igreja Pequena’.

Publicidade
Publicidade

Covid-19 vitima artistas em 2021 

Muitos cantores estão perdendo a batalha contra a Covid-19. Na segunda-feira, 18, o cantor e compositor Renato Oliveira também morreu, vítima da pandemia, em Santos, no litoral de São Paulo. O artista, que já integrou o Grupo Reboliço, atualmente cantava no Grupo Doctor Samba. Mais conhecido como “Renato Hulk”, o artista compôs enredos para a escola de samba Unidos dos Morros.

Após a notícia da morte, Luciano Silveira Zorzi, companheiro de grupo e amigo de Renato, contou que o compositor havia sido internado no dia 30 de dezembro e, desde o dia 3 de janeiro, estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Santos. Segundo Silveira, o amigo morreu depois que a doença atingiu seus rins e o pulmão.

Publicidade
Publicidade