in

Flor do Caribe: Manolo irá passar Dionísio para trás ao infiltrar espiã na mansão para acerto de contas

TV Globo
Publicidade

Manolo irá ficar frente a frente com o responsável por mandar sua mãe para o campo de concentração no período da Segunda Guerra Mundial na trama das seis. Ele irá passar Dionísio para trás para implantar uma espiã na mansão dos Albuquerque no folhetim de Walther Negrão.

O idoso é filho de Safira, a cigana com quem o avô de Alberto tem pesadelos constantemente, por causa de uma profecia feita já no término do conflito armado. Ela previu que Samuel iria sobreviver a guerra para fazer com que o vilão pagasse pelos seus crimes contra a humanidade.

O personagem de Elias Gleizer irá chegar na casa do milionário nas cenas que vão ao ar na semana que vem. O bisavô de Laurinha perguntará quem deseja falar com ele.
O nômade dirá que é ele, e disparará se o nome dele não seria Klaus Wagner. Ao fingir demência e debochar do vilão, Manolo dirá que teve uma lembrança que o nome dele seria esse, mas deve estar confundindo as coisas, e perguntará se o nome dele é Dionísio. 

Publicidade
Publicidade

O ex-nazista irá perder a paciência e mandará o intruso ir direto ao ponto. O sogro de Guiomar falará que Klaus Wagner era o falecido marido da sua esposa, Helga, que também já morreu há muito tempo.

Manolo explicará que soube que ele está precisando de uma cozinheira, logo, quer saber se o idoso pode receber a neta para concorrer ao cargo. Aliviado, o pai de Candinho respirará em saber que a neta do homem é cozinheira.

Ao esconder a verdade, o amigo de Samuel emendará que a moça trabalhava em São Paulo, mas enjoou da poluição e decidiu ir morar em Natal, o nome dela é Aurora. Na verdade, a jovem é uma advogada que está reunindo provas contra o mau-caráter.

Ainda desconfiado, Dionísio dirá para a moça trazer referências do seu último emprego para se certificar caso seja preciso, mas irá recebê-lá com todo prazer.

Publicidade
Publicidade