in

Bonner, ao vivo no Jornal Nacional, dá notícia que envolve Flávio Bolsonaro e causa surpresa

Reprodução Globo
Publicidade

William Bonner apresenta o Jornal Nacional diariamente e carrega nas costas o peso de ser âncora e editor-chefe do telejornal mais assistido da TV brasileira. Na edição desta sexta-feira (29) do JN, Bonner deu uma notícia que envolve indiretamente o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

Flávio Bolsonaro já entrou com ação na Justiça contra o Jornal Nacional para que o telejornal parasse de dar notícia com furo de reportagem sobre o caso das supostas “rachadinhas” na época em que o filho de Jair Bolsonaro era deputado estadual no Rio de Janeiro.

Flávio Bolsonaro conseguiu decisão favorável e o JN parou de noticiar o caso. Na época, em meados de agosto do ano passado, a Globo reclamou de censura e ganhou apoio de outros veículos de imprensa. As notícias divulgadas eram vazadas do Ministério Público do Rio.

Publicidade
Publicidade

Bonner exibe importante denúncia envolvendo MP-RJ

No Jornal Nacional, Bonner noticiou que a exoneração dos promotores que investigavam as suspeitas de “rachadinha” no gabinete de Flávio Bolsonaro completou 30 dias. Dos 22 promotores exonerados do cargo, apenas uma delas retornou ao posto.

Sem os promotores, o suposto caso envolvendo Flávio Bolsonaro parou de ser investigado no momento. O MP denunciou Flávio por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. As exonerações foram assinadas pelo ex-procurador Luciano Gussem.

Esta ação é tradicional toda vez que ocorre a troca de comando no Ministério Público. Outros grupos já tiveram os nomes dos novos procuradores anunciados. O grupo que investigava Flávio ainda não.

Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!