in

Cantora morre após ficar 16 dias internada com Covid-19 e deixa apelo no leito de morte: ‘Tenham cuidado’

SZNews
Publicidade

Desde que a pandemia do coronavírus teve início, por volta de dezembro de 2019, na cidade de Wuhan, na China, a doença já tirou a vida de mais de 2,2 milhões de pessoas em todo o mundo, principalmente em países como Brasil, Estados Unidos e China, que estão entre os mais afetados.

Entre os óbitos mais recentes está o da cantora americana Kyanna Sutton, que tinha apenas 28 anos e lutou até o fim pela vida em um leito de UTI. Ela faleceu na última semana, vítima da Covid-19, e seu público lamentou a morte.

Depois de ser diagnosticada com a doença, a cantora, que tinha muitos admiradores, por causa de seus vários trabalhos, mostrou-se bastante positiva, acreditando que iria conseguir se recuperar da enfermidade.

Publicidade
Publicidade

Em seus últimos dias de vida, Kyanna gravou vídeos e fez publicações em suas redes sociais, com apelo desesperado, pedindo para que as pessoas tivessem mais cuidado para não serem infectadas pelo vírus, que pode ser fatal. 

Kyanna ficou em um leito de hospital por 16 dias. Ela precisou de oxigênio da unidade e depois de respiradores, até que sua mãe permitisse aos médicos que desligassem seus aparelhos de suporte à vida. 

Em vídeos, Kyanna comoveu seus seguidores: “Eu mal consigo me mover sem perder o fôlego completamente. Estou dormindo e acordando, mas minha respiração me acorda. Parece que alguém está pisando no meu peito e nas minhas costas. Acho que as coisas pioram antes de melhorar. Por favor, tenham cuidado“, disse a cantora.

A mãe de Kyanna se manifestou após a morte da filha e desabafou em uma publicação emocionante, falando sobre os momentos finais com a jovem. 

Publicidade
Publicidade
Aurilane Alves

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn