in

Vítima da Covid, cantor morreu sem saber que esposa grávida e bebê haviam falecido dois dias antes pela doença

FOTO IPOK
Publicidade

Internado desde o último dia 8 de fevereiro em uma unidade hospitalar particular de Goiânia, o cantor André Junio, de 34 anos, morreu nesta sexta-feira (19), vítima da Covid-19. O artista, que se apresentava como vocalista na Banda Leave, veio a óbito sem saber que sua esposa havia morrido dois dias antes, também por complicações da doença. Gestante de sete meses, ela morreu na última quarta. Os médicos ainda realizaram uma cesárea para salvar o bebê, mas ele também não resistiu.

Tammy Ferreira, de 33 anos, era técnica de enfermagem no Hospital de Queimaduras, em Goiânia, e havia sido internada com a Covid-19 no mesmo dia que André Junio deu entrada na unidade hospitalar. De acordo com informações do hospital onde ela atuava, a profissional já tinha sido remanejada do trabalho para atuar em um setor administrativo da unidade e, logo após a descoberta da infecção pela doença, foi afastada.

Sepultamento

De acordo com o amigo e diretor da banda em que André Junio era vocalista, Leandro Venancio, ainda está sendo decidido onde o artista será sepultado. Por ser natural do Maranhão, Tammy Ferreira teve corpo encaminhado para o estado, sendo enterrada pelos familiares residentes na região nordeste. 

Publicidade
Publicidade

Segundo Venancio, Juninho, como era popularmente conhecido, chegou no hospital com 80% do pulmão comprometido, e viu a Covid-19 agir muito rápido em seu organismo. Tammy deu entrada na unidade com 40% do pulmão comprometido. 

Sem saber da triste morte da esposa e do filho, que se chamaria Joaquim, Juninho foi entubado na última quinta-feira (18), após agravamento no quadro clínico, e não resistiu à doença, deixando familiares e amigos desolados.

Publicidade
Publicidade