in

Glória Perez chama assassina de sua filha de psicopata após ser denunciada por ela: ‘Quem corre risco sou eu’

Jornal O Dia | Divulgação | Montagem Ingrid Machado
Publicidade

Glória Perez resolveu comentar a queixa-crime oferecida por Paula Thomaz e pelo marido, Sérgio Peixoto. O casal acusa a autora de difamação e ameaça. Paula Thomaz e Guilherme de Pádua foram condenados pela morte de Daniella Perez, filha de Glória, no ano de 1997. A jovem foi morta a golpes de faca no auge de sua carreira aos 22 anos de idade.

Após o julgamento, Paula e Guilherme ficaram presos por apenas sete anos, saindo em regime semiaberto e voltando à sociedade. O fato gerou grande revolta em Glória Perez, que desabafa com frequência sobre a impunidade dos assassinos de sua filha através de suas redes sociais.

De acordo com o site Metrópoles, a autora fez um comentário recentemente falando sobre o fato de Paula estar tentando inserir sua filha mais nova no meio artísticos após assassinar Daniella. Segundo Paula e o marido, a menor vem recebendo ameaças de seguidores de Glória Perez.

Publicidade
Publicidade

Em depoimento à equipe do site Metrópoles, a autora comentou a denúncia e disparou contra Paula. “Coisa de psicopata. Logo, é preocupante que essa mulher esteja tentando se introduzir, através da filha, em meu ambiente de trabalho. Quem corre risco sou eu”, declarou a global demonstrando revolta.

Ainda durante o desabafo, Glória mencionou um trecho da decisão proferida pelo juiz José Geraldo Antônio, condenando Paula no ano de 1997. No texto, o magistrado afirma que ré possui personalidade violenta e contribuiu de forma efetiva para que o assassinato de Daniella fosse consumado sem chance de defesa. O juiz ressaltou, ainda, que Paulo não possuía condições de conviver em sociedade.

Publicidade
Publicidade