in

Reviravolta: assessor de Leonardo morreu atingido por dois tiros e novos detalhes são revelados pela polícia

Publicidade

Amigo pessoal e assessor do cantor Leonardo, Nilton Rodrigues da Silva, conhecido popularmente como “Passim”, de 60 anos, morreu após ser ser atingido por dois disparos acidentais de arma de fogo enquanto estava na fazenda do sertanejo, em Jussara (GO), na última quinta-feira (04). A informação foi revelada pela Polícia Civil de Goiás, que já iniciou as investigações do caso. 

Segundo a apuração inicial, Passim estava com uma arma, a qual disparou acidentalmente, atingindo a sua mão. Na sequência, de acordo com a polícia, outro tiro atingiu a perna esquerda da vítima. 

As autoridades estimam que os disparos foram efetuados por volta das 2h, mas o corpo da vítima foi encontrado às 12h30. 

Publicidade
Publicidade

“Inicialmente, o fato havia sido noticiado como possível suicídio, o que restou afastado pelas equipes da Polícia Civil e da Polícia Técnico Científica de acordo com as diligências periciais e investigativas no local”, disse a Polícia Civil por meio de nota. 

Caído no banheiro

Ainda segundo a corporação, Passim estava sozinho no local no momento do acidente. O assessor de Leonardo tentou estancar o sangramento indo ao banheiro, mas não resistiu à forte hemorragia, e veio a óbito no cômodo. 

Além de Passim, outras três pessoas estavam na fazenda no momento do ocorrido, mas dormiam em cômodos diferentes. A Polícia Civil informou que ouvirá formalmente todas as testemunhas. 

A arma do acidente foi uma Glock 380. Até o fechamento desta matéria, não havia informações sobre de quem era a arma, e se a mesma estava legalizada. Passim trabalhava com Leonardo há cerca de 30 anos. Ele deixa a esposa e dois filhos. Em seu perfil nas redes sociais, Poliana Rocha, esposa de Leonardo, fez um desabafo emocionante sobre a perda do amigo. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade