in

Relação familiar entre assessor encontrado morto e Leonardo é revelada e impacta; cantor ficou desolado

Leonardo - Instagram
Publicidade

A morte de Nilton Rodrigues da Silva, conhecido popularmente como Passim, comoveu milhares de brasileiros e artistas do meio musical na última semana. “Braço direito” do cantor Leonardo, o profissional de 60 anos foi encontrado sem vida na fazenda Talismã, pertencente ao sertanejo, após ser vítima de disparos acidentais de arma de fogo, conforme a linha de investigação da polícia.

De acordo com informações do portal G1, além de assessor, Passim era primo e amigo de infância de Leonardo, os dois tinham uma cumplicidade intensa, alimentada por mais de três décadas de relação. Até então, não havia sido repercutido que o assessor era familiar do sertanejo.

Em imagens publicadas nas redes sociais após a morte de Nilton, ele e Leonardo aparecem em vários momentos juntos, comendo, viajando e pescando. A proximidade de Passim com a família do cantor, seja com a esposa Poliana Rocha, ou com os filhos Pedro e Zé Felipe, era forte. 

Publicidade
Publicidade

Nas redes sociais, Leonardo, Poliana e Zé Felipe manifestaram tristeza pela dura perda de Passim. O sertanejo se mostrou bastante abalado, e disse que não imaginava que iria passar por este tipo de situação desoladora. 

Nesta terça-feira (09), a esposa de Leonardo publicou nas redes sociais uma mensagem comovente sobre tentar superar a partida do amigo. 

“Estou aqui controlando as minhas emoções porque eu preciso estar bem fortalecida para apoiar meu marido numa hora dessas. Ele vai precisar muito”, disse a jornalista Poliana Rocha. 

Investigações

O caso de morte de Passim segue sendo investigado pela Polícia Civil. De acordo com oitivas iniciais feitas pela corporação, Leonardo teria dado falta do amigo horas depois do ocorrido, e ao não conseguir adentrar a suíte onde Passim estava, mandou que funcionários arrombassem a porta. Na sequência, o cantor encontrou o corpo do amigo.

Publicidade
Publicidade