in

Mistério revelado: laudo do IML aponta causa da morte da musa do Carnaval Tuane Rocha; notícia impacta família

UOL
Publicidade

Figura bastante querida e admirada no mundo carnavalesco, a passista Tuane Rocha, da Musa da São Clemente, foi encontrada sem vida na última terça-feira (16) por familiares. A morte dela causou forte comoção e foi cercada de mistério inicial acerca das possíveis causas que teriam levado ao óbito.

No final da tarde da última quarta-feira (17), o Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro divulgou os resultados dos exames. Segundo o laudo, a passista de 38 anos morreu de causa natural, sendo vítima de uma embolia pulmonar fulminante, problema que acontece quando um trombo (coágulo) se aloja em uma das artérias do pulmão, provocando a obstrução do fluxo sanguíneo. 

Quando encontrado, o corpo de Tuane estava com uma lesão na cabeça. A lesão, no entanto, foi causada por conta da queda no chão após ela sentir o mal-estar. A passista estava caída no banheiro de casa, situada na Taquara, no Rio de Janeiro. 

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações de familiares, Tuane sofria de hipertensão, problema este que eles desconfiam que pode provocado a morte da musa.

Homenagens

Residente na Austrália, a única filha de Tuane, Jennifer Rocha, de 25 anos, prestou homenagem à mãe nas redes sociais, publicando uma foto delas juntas e uma legenda comovente. 

“Mãe: palavra pequena, mas com um significado infinito, pois quer dizer amor, dedicação, renúncia a si própria, força e sabedoria! Sou pessoa de sorte por ter sido escolhida para ser sua filha! Obrigada por ter você”, disse a filha da passista. 

Além da filha, Tuane foi homenageada por artistas conhecidos do meio do samba, bem como de escolas de samba em que ela acumulou passagens. 

Recentemente, a passista de 38 anos lançou uma marca de roupas para uma grife própria, e havia fechado um contrato com uma editora para fazer o lançamento de uma biografia. Bastante conhecida no Carnaval carioca, Tuane era considerada uma passista modelo na história da Sapucaí. 

Publicidade
Publicidade