in

Felipe Neto é esperado para depor nesta quinta-feira

Instagram Felipe Neto
Publicidade

Nesta última segunda-feira, o youtuber e influencer digital Felipe Neto, foi intimado a prestar esclarecimentos a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática. O fato ocorreu após o youtuber chamar publicamente o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de genocida. Felipe Neto compartilhou em suas redes sociais o momento em que o documento chegou em sua residência e classificou o fato como uma clara tentativa de silenciamento e intimidação.

Segundo o delegado do caso, Pablo Sartori, a denúncia e o pedido de intimação partiu do vereador e filho do presidente, Carlos Bolsonaro. Em defesa do ato realizado, o delegado citou que apenas está cumprindo a lei, e ainda lembrou de um procedimento no Supremo Tribunal Federal que diz que ofender certas autoridades do país configura crime.

Ainda de acordo com o delegado, Felipe Neto não precisa se dirigir pessoalmente até a delegacia. O  youtuber pode enviar uma petição através de seus advogados ou se preferir se dirigir pessoalmente para ser ouvido. 

Publicidade
Publicidade

Nesta quinta-feira (18), Felipe Neto é esperado na Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos, no Rio de Janeiro, para depor. Após o fato ocorrido o influencer recebeu apoio de diversas artistas, até o ex-presidente Lula declarou apoio a Felipe Neto. Após a declaração de Lula, o youtuber pediu desculpas e declarou ver quem são as pessoas verdadeiras.

Eles querem que eu tenha medo, que eu tema o poder dos governantes. Já disse e repito: um governo deve temer seu povo, nunca o contrário. Carlos Bolsonaro, você não me assusta com seu autoritarismo“, declarou o youtuber.

Publicidade
Publicidade