in

Agência contratada para recuperar imagem de Karol Conká fala sobre documentário na Globoplay

IstoÉ
Publicidade

As filmagens acerca da produção do documentário envolvendo a vida da rapper e ex-BBB Karol Conká já estão a pleno vapor e em ritmo intenso depois que a cantora deixou o reality global. A informação foi confirmada ao Globo pela Fabiana Bruno, proprietária da SUBA, uma agência de marketing de influência que tem trabalhado para recuperar a imagem positiva de Karol Conká com o público.

A ex-participante do Big Brother Brasil 21 deixou a competição com um recorde no índice de rejeição do jogo: foi um percentual 99,17%.  Sua passagem pela casa teve impacto direto na vida profissional da artista, que perdeu diversos contratos e viu seu trabalho ficar inteiramente ameaçado. Por isso, uma das estratégias da TV Globo junto a equipe da cantora foi produzir um documentário sobre a sua vida, de forma a fazer o público compreender os motivos que a levaram a tomar atitudes que foram consideradas desumanas pelos telespectadores.

O documentário está sendo feito nos mesmos moldes do trabalho feito para celebridades como Anitta, Demi Lovato e Billie Eilish. É mais um daqueles filmes que tenta mostrar o mundo pela perspectiva e visão do próprio artista explicitando seus traumas, sonhos e insegurança.

Publicidade
Publicidade

A CEO da agência de marketing de influência que orienta Karol nesse processo informou que a emissora “tem explorado diversas facetas de Karol desde a sua história de vida antes de entrar no BBB”. Ela complementou que o documentário irá expor como Karol estaria enfrentando atualmente os motivos que a levaram a tomar essas atitudes erradas dentro da casa. 

A fala da consultora de marketing de influência indica que o documentário tentará convencer o público que todas as atitudes de Karol dentro da casa foram despertadas por algum trauma, e que isso aflorou dentro da casa a partir de alguns gatilhos que a cantora absorveu em face dos fantasmas do passado. “Houve um acionamento de diversos gatilhos que fizeram com que ela agisse da maneira como agiu dentro da casa”, disse.

A CEO deu detalhes sobre sua relação com a cantora e contou que a primeira pergunta que fez para artista quando ela deixou o jogo foi saber se ela tinha consciência do que teria ocorrido e se ela gostaria de enfrentar a questão. Ainda de acordo com Fabiana, Karol concordou em lidar com a questão, de melhorar como pessoa concordando pela ajuda profissional. O ponto de partida seria o entendimento de que todos possuem luzes e sombras, e que a melhor forma de tratar essas sombras seria olhando de frente para elas.

Segundo Fabiana o documentário que ainda não tem data marcada para estrear no Globoplay irá levar ao público “toda inteireza” de Conká, abordando sua criatividade e faceta musical.

Publicidade
Publicidade
Alessandro Lo-Bianco

Escrito por Alessandro Lo-Bianco

Passou pelas redações da BandNews, Editora Abril, Jornal O Dia, Rádio CBN, Jornal O Globo e RecordTV. Autor de 11 livros, é atualmente colunista do programa A Tarde é Sua da Rede TV! Tem nove prêmios de Jornalismo, dois cachorros e é pai de menina.
Instagram: @AlessandroLoBianco