in

Morando nas ruas, ex-empregada de Clodovil provoca reviravolta na morte: ‘Ele foi assassinado’

Publicidade

Uma bomba acabou de explodir no mundo da fama e está diretamente relacionado a um dos nomes mais conhecidos e polêmicos da TV, o de Clodovil Hernandes, o estilista e ex-deputado federal, falecido em 2009, que sempre teve um lugar na memória dos brasileiros.

Mas, ao que tudo indica, novos rumos a respeito da morte de Clodovil podem vir à tona após a declaração de uma ex-empregada de sua casa. Renata, ex-funcionária de Clodovil, vive um drama atual, morando de favor e dependendo de doações para se manter. Ela, que trabalhou durante cinco anos na casa do estilista, conta que sua vida virou do avesso após a morte do patrão.

Renata contou detalhes da rotina de Clodovil. Ela relembra que o patrão gostava de assistir filmes. Ela ainda revelou que se tornou a funcionária preferida dele, por isso, sabia de muitos detalhes pessoais da vida do deputado.

Publicidade
Publicidade

Só que a reportagem da Record TV mostrou muito além do drama vivido pela ex-funcionária de Clodovil. Em dado momento da entrevista, que está sendo destacado com ênfase pela emissora paulista, Renata é direta ao afirmar que a morte de Clodovil se deu em circunstâncias muito diferentes das quais todos acreditam e vai além: “Ele foi assassinado“, disse ela em dado momento. Ela chegou a revelar, no ouvido da repórter, o nome da última pessoa que esteve na casa de Clodovil.

Foi Renata e o marido que encontraram Clodovil morto em sua residência. “Ele tava caído, ao lado da cama, deitado com a cabeça sob o braço direito. Chamamos o socorro.”  Quando questionada se Clodovil poderia ter batido a cabeça na mesa, Renata foi enfática: ‘O machucado na cabeça foi provocado por uma pancada’. Sim, eu acredito que ele foi agredido.’

Segundo Renata, um rapaz teria dormido com Clodovil e saído da casa ainda na madrugada do dia 17. Esse rapaz, segundo a ex-empregada, já teria ido à casa de Clodovil por três ou quatro vezes, mas que o estilista não o assumiu como namorado. Renata disse, ainda, que a polícia não investigou a morte do patrão, já que a causa da morte teria sido causada por um AVC.

Ao que se sabe, oficialmente, o motivo da morte de Clodovil foi em decorrência de um AVC e se deu em 17 de março de 2009. O corpo do estilista se encontra sepultado no cemitério de Morumbi e o velório ocorreu no Salão Nobre da Assembleia Legislativa de São Paulo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Evandro

Escrito por Evandro

O mundo do entretenimento é a minha vida.