in

‘Resto’, diz eterno Beiçola ao falar sobre colegas de ‘A Grande Família’

Reprodução/Globo
Publicidade

O ator Marcos Oliveira, o eterno Beiçola de “A Grande Família”, decidiu abrir o coração em entrevista no programa Cidinha Livre, da rádio Tupi. O artista comentou, inclusive, sobre sua atual relação com os colegas do programa humorístico da Globo, que foi ao ar na emissora entre 2001 e 2014 na emissora carioca.

Beiçola contou que não vê mais nenhum dos atores com quem trabalhou em “A Grande Família”, ressaltando que “cada um pegou uma trilha”. O ator ainda disse que isso que é o mais gozado nas relações que conquistamos no trabalho, dizendo que, naquela hora, as pessoas se tornam amigas, mas após o serviço as pessoas não ligam mais para você e não querem nem ao menos saber de você.

Vale relembrar que o ator Marcos Oliveira contracenou ao lado de grandes artistas no humorístico: Marieta Severo, Marco Nanini, Lucio Mauro Filho, Andrea Beltrão, Evandro Mesquita e guta Stresser e Pedro Cardoso.

Publicidade
Publicidade

Marcos diz terem disso 13 anos de trabalho, mas revela que depois disso nunca mais recebeu um telefonema de nenhum de seus colegas, mas retrata o que havia dito citando ter recebido ligação de Pedro Cardoso, isso quando ele estava na Europa quando sofreu um “piripaque do coração”. O ator diz que Pedro o ligou de Portugal querendo saber como ele estava, contudo, “o resto, não querem nem saber”.

O “piripaque” do coração citado por Marcos se refere ao fato de que o ator foi internado em setembro de 2020, após ter sofrido um princípio de infarto. Na ocasião, diante do estado clínico do ator, ele precisou ser submetido a um cateterismo.

Publicidade
Publicidade