in

Luto na música: morre grande parceiro de Roberto Carlos na Jovem Guarda

Foto G1 - Montagem Jean Marangoni
Publicidade

Morreu na madrugada dessa quarta-feira Lafayette Coelho, tecladista ícone da música brasileira que tocou com os maiores nomes da Jovem Guarda e esteve presente em mais de 50 álbuns daquele grande período da nossa música.

A morte foi confirmada por Esmeraldina, viúva do músico que faleceu aos 79 anos. Esmeraldina não entrou em detalhes sobre a causa da morte de Lafayette, mas o que se sabe é que o tecladista foi internado um dia antes para se tratar de uma pneumonia. 

Lafayette Coelho era amigo de infância de Erasmo Carlos, com quem tocou em inúmeras oportunidades. Ele também foi um grande parceiro de Roberto Carlos, estando presente com o seu teclado em muitos álbuns do Rei. Grandes sucessos de Roberto tem o talento e a assinatura musical de Lafayette. 

Publicidade
Publicidade

O músico tocou ainda com nomes como Sergio Reis e Golden Boys na melhor fase musical dos anos 60 e acompanhou com o seu teclado muitos nomes da música internacional que vieram fazer shows no Brasil, como Jimmy Cliff e Neil Sedaka. 

O nome do músico, de extensa carreira fonográfica, voltou a tona em 2004 com um projeto ao lado de Gabriel Thomaz, que na época fazia muito sucesso no mundo underground como vocalista da banda Autoramas. Juntos os dois lançaram o “Lafayette e os Tremendões”, projeto em que davam ao vivo uma nova roupagem a antigos clássicos da Jovem Guarda. 

A popularidade de Lafayette voltou também em 2009 com o lançamento do álbum “As 15 Super Quentes”, coletânea que revisitou a obra do artista.

Publicidade
Publicidade
Jean Marangoni

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: [email protected]