in

Fotos do corpo de Tom Veiga com hematomas são expostas e ex-mulher é acusada: ‘brutalmente agredido’

EXTRA
Publicidade

Meses após a morte de Tom Veiga, Alessandra Veiga resolveu expor conversa trocada com interprete de Louro José e trouxe à tona que o ator foi agredido pela ex-mulher Cybelle Hermínio. Em conversa com o portal Extra, a mulher, que também foi casada com Tom, exibiu fotos do corpo do artista repleto de hematomas e áudios onde ele narra a violência sofrida.

Segundo os registros expostos por Alessandra Veiga com narrativas feitas pelo próprio Tom Veiga, as agressões aconteceram no dia 7 de setembro do ano passado quando o intérprete de Louro José teria recusado que o filho Cybelle almoçasse dentro da piscina.

Mesmo com a negativa de Tom, Cybelle teria feito a vontade do menino, o que acabou deixando Tom extremamente chateado durante o dia. À noite, a ex pediu para conversar e o ator pediu por mais um tempo para passar o “ranço” que estava sentindo.

Publicidade
Publicidade

Em áudio, Tom Veiga narra que sentou para trabalhar, abriu uma taça de vinho e chegou a oferecer para Cybelle que, em momento de fúria, jogou a taça contra a parede e iniciou uma discussão. O intérprete de Louro José foi derrubado da cadeira, xingado e teve a cabeça socada contra o chão por diversas vezes pela ex-mulher, conforme narrativa do ator.

“Apanhei mesmo, tenho até vergonha de contar. Fui brutalmente agredido”, disse Tom Veiga, afirmando que Cybelle esperava que ele tivesse uma reação, coisa que optou por não fazer. O ator ainda contou nos áudios enviados à Alessandra que precisou sair de casa às pressas logo após ser agredido.

“Saí da minha casa fugido, sem carteira, sem celular, descalço, sem um real no bolso. Pelo amor de Deus não conta isso para ninguém”, pediu Tom Veiga ao se abrir com Alessandra à época.

Publicidade
Publicidade