in

Briga de Bebel Gilberto e Mariah do Céu termina com condenação das duas em R$ 200 mil e despejo

Diário de Cuiabá
Publicidade

A Justiça do Rio de Janeiro condenou a cantora Bebel Gilberto (filha de cantor João Gilberto), e também Maria do Céu (última companheiro do músico) por terem abandonado o pagamento da locação de um imóvel de luxo localizado no bairro do Leblon, na Zona Sul do Rio.

Após a morte do cantor em junho de 2019, as duas se desentenderam e não arcaram mais com o pagamento de R$ 7 mil + taxas, estipulados no contrato de locação. Pelo acúmulo da dívida e o tempo de inadimplência, a proprietária sofria com a ameaça de perda do imóvel para prefeitura e precisou recorrer ao poder judiciário com uma ação de cobrança e despejo.

O processo chega agora ao fim com a condenação deferida pela Justiça contra as duas. Somando os juros e as correções monetárias, a dívida já ultrapassa o montante de R$ 200 mil. O juiz determinou que cada uma arque com 50% dos valores atualizados, assim como autorizou que elas sejam despejadas do imóvel.

Publicidade
Publicidade

Foi nesse apartamento que João Gilberto passou os últimos dias ao lado de Maria do Céu, sua última companheira. Segundo parentes próximos que preferiram não se identificar, as duas nunca tiveram um bom relacionamento e ambas teriam decidido não arcar com o pagamento com o intuito que uma responsabilizasse a outra pelos débitos após o falecimento de João. Entretanto, o que elas não esperavam, era que a Justiça iria condenar as duas.

Bebel Gilberto, que é reconhecida internacionalmente no meio musical firmou o contrato do imóvel em agosto de 2019. Maria do Céu já morava com o pai de Bebel no apartamento e, por conta do falecimento de João, a cantora assumiu a responsabilidade pelo aluguel. Ainda de acordo com uma fonte da família, Bebel, mesmo assinando o contrato para que Maria do Céu permanecesse na residência, já tinha em mente não pagar o aluguel até que o despejo ocorresse, pois nunca teria aceitado o relacionamento de Maria com o seu pai.

Até o fim dessa reportagem, Maria ainda permanecia no apartamento, mesmo após a sentença de despejo. A proprietária tentou ir ao imóvel com um chaveiro e forçar a desocupação, entretanto a ex-companheira de João Gilberto ameaçou chamar a polícia e alegou o enfrentamento de uma pandemia. A proprietária agora aguarda que o despejo seja realizado por meio de um oficial de Justiça, e o mandado deve ser expedido nos próximos dias.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Alessandro Lo-Bianco

Escrito por Alessandro Lo-Bianco

Passou pelas redações da BandNews, Editora Abril, Jornal O Dia, Rádio CBN, Jornal O Globo e RecordTV. Autor de 11 livros, é atualmente colunista do programa A Tarde é Sua da Rede TV! Tem nove prêmios de Jornalismo, dois cachorros e é pai de menina.
Instagram: @AlessandroLoBianco