in

Entrevista de Paulo Gustavo no início da pandemia é resgatada e comove: ‘Tenho medo de pegar isso e morrer’

REPRODUÇÃO - GLOBO - INSTAGRAM
Publicidade

A última terça-feira (13) marcou um mês da internação do ator Paulo Gustavo no Hospital CopaStar, no Rio de Janeiro. Lutando contra um quadro de Covid-19, o humorista tem situação clínica bastante crítica, conforme o último boletim médico divulgado pela unidade revelou. 

Nas últimas semanas, familiares, amigos, celebridades e fãs tem se movimentado nas redes sociais organizando correntes de oração e enviando o máximo de energia positiva possível na esperança pela cura do humorista.

Temor

Em uma entrevista concedida à atriz Ingrid Guimarães, em maio do ano passado, quando a pandemia ainda estava em curso inicial no Brasil, Paulo Gustavo manifestou o medo que tinha de contrair a doença. O ator de 42 anos é asmático, e por isso figura no grupo de risco da Covid-19. 

Publicidade
Publicidade

“Tenho problema respiratório. A medicina não sabe ainda como esse vírus reage dentro de cada pessoa. Eu tenho medo de pegar isso, a pessoa não saber o que usar em mim e eu morrer. Tenho medo!”, disse Paulo Gustavo na ocasião.

Luta pela vida

Paulo Gustavo foi internado no dia 13 de março após apresentar os primeiros sintomas de complicação mais grave da Covid-19. Segundo a amiga do humorista, a diretora de cinema Susana Garcia, ele já chegou na unidade com saturação baixa, com falta de ar e pulmão comprometido.

Sem demonstrar melhoras ao tratamento iniciado, o ator foi intubado no dia 21 de março, para preservá-lo. No dia de 2 de abril, Paulo Gustavo foi submetido a um novo protocolo, iniciando o tratamento por terapia via ECMO, uma espécie de pulmão artificial. 

Para uma melhor ventilação mecânica, o humorista passou por dois procedimentos na unidade. De acordo com o último boletim da unidade, o estado de saúde dele foi classificado como crítico. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade