in

Marcada a primeira audiência do processo que apresentadora Rachel Sheherazade move contra o SBT

Folha Pe
Publicidade

Está marcada para setembro a primeira audiência do processo que Rachel Sheherazade está movendo contra o SBT.

A apresentadora entrou com uma ação contra a emissora para requerer junto à Justiça o reconhecimento do vínculo empregatício, que mantinha com a empresa.

Rachel também, através desse processo, espera receber seus direitos trabalhistas acumulados durante os 11 anos que permaneceu contratada da casa, onde exerceu a função de apresentadora.

Publicidade
Publicidade

Durante todo o tempo em que permaneceu na emissora à frente do telejornal “SBT Brasil”, seu contrato era de pessoa jurídica. Após ser citado, a emissora já se encontra habilitada no processo.

Segundo o Dr. André Fróes Aguilar, advogado da apresentadora, as próximas etapas da ação só acontecerão durante o mês de setembro após a primeira audiência.

O processo tramita na 3a Vara do Trabalho de Osasco, cidade próxima a São Paulo, onde está localizada a sede do SBT.

Também há o pedido de uma indenização por danos morais pelas punições sofridas, constrangimentos e perseguições, fatos que foram amplamente divulgados na imprensa de todo o Brasil.

Por enquanto, não há nenhum valor estipulado, pois isso só será definido na fase de execução do processo.

O seu contrato com o SBT terminaria em 31 de outubro do ano passado, mas a emissora resolveu antecipar o final do seu compromisso para setembro quando deixou de apresentar o “SBT Brasil” e a impedindo de se despedir do público.

Rachel já havia recebido punição por parte de Silvio Santos por expressar opiniões contrárias ao Presidente Jair Bolsonaro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade