in

Após ser processado por Xuxa, Sikêra Jr. entra na Justiça contra a apresentadora

Rede TV!
Publicidade

Sikêra Jr. e Xuxa, desafetos declarados desde o final de 2020, quando começaram a trocar acusações publicamente, também estão travando brigas nos tribunais. A apresentadora já processou o jornalista no ano passado, porém, o Notícias da TV teve acesso a um documento que mostra que a defesa do funcionário da Rede TV! iniciou uma ação de reconvenção, o que faz com que a artista também esteja na condição de ré.

O caso está nas mãos da juíza Glaucia Lacerda, que vai analisar os pedidos de Xuxa contra Sikêra e vice-versa, tudo em uma única ação. Essa foi uma decisão adotada pela defesa do comandante do Alerta Nacional para que pudesse responder às acusações feitas pela loira na Justiça.

A advogada Patricia de Mendonça que é especialista em Direito Civil, que não tem ligação com a disputa entre os apresentadores, aponta como funciona esse tipo de ação.

Publicidade
Publicidade

Segundo ela, nesse caso o réu entra com uma ação contra o autor, no caso, Xuxa. Sendo assim, o autor também passa a réu, e o contrário também. Por isso, o réu utiliza o mesmo processo para fazer um novo pedido. É uma forma de ataque, não de defesa.

A especialista contou ainda que será necessário apenas uma única sentença para decidir sobre os dois pedidos. Uma provável possibilidade é que ambos sejam condenados ao pagamento de um valor por danos morais em uma única decisão. Nenhum dos envolvidos comentaram sobre o processo que segue em andamento na Justiça.

Os ataques de Sikêra à Xuxa iniciaram após a apresentadora ter compartilhado um vídeo que o jornalista mostrou em seu programa, no qual mostrava um homem fazendo sexo com uma égua. Sikêra fez graça com a situação e chamou dois membros da produção para fazerem uma simulação da cena ao vivo. Xuxa disse que se tratava de zoofilia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade