in

Documentário sobre Hebe Camargo reunirá famosos

SBT
Publicidade

Com estreia prevista para 17 de maio, após o filme e a série, que dividiram opiniões, a Globo irá lançar um documentário sobre Hebe Camargo mostrando aspectos da sua vida particular e de sua longa carreira. Com o título de “Sofá da Hebe”, esse documentário será exibido através do Glopoplay.

Gravado em sigilo, praticamente, em sigilo absoluto, “Sofá da Hebe” contará com depoimentos de várias personalidades do cenário artístico brasileiro.

Já estão confirmadas as participações de Eliana, Adriane Galisteu, Nany People, que além de ter sido entrevistada por Hebe várias vezes, também, foi repórter do seu programa durante alguns anos. Luciano Huck e Fátima Bernardes já gravaram os respectivos depoimentos. Agnaldo Rayol, um dos melhores amigos da apresentadora durante toda a sua vida, a ex modelo Luiza Brunet, e a ex-deputada federal Cidinha Campos, ex mulher do novelista Manoel Carlos, e que trabalhou com Hebe em seu programa na época da TV Record, também estarão nesse projeto.

Publicidade
Publicidade

Através de “Sofá da Hebe”, a emissora pretende aliviar um pouco as severas críticas que recebeu quando lançou o filme e a minissérie da vida da apresentadora, que foi vivida por Andrea Beltrão.

Grande parte da imprensa, amigos e familiares, além de Marcelo Camargo Capuano, filho de Hebe, não esconderam a sua decepção. Marcelo chegou a declarar aos meios de comunicação que não reconheceu a mãe no que foi apresentado e desmente que ela bebesse uísque em seu camarim antes de começar a gravar os seus programas e resolveu não esconder a sua indignação para que o Brasil não tivesse a imagem de sua mãe diante de tudo aquilo que foi exibido.

O documentário já entrou em fase de pós-produção e o material publicitário que usará o slogan “No sofá da Hebe sempre cabia mais um”, está finalizado.

Depois do “Globoplay”, “Sofá da Hebe” deverá fazer parte da programação de final de ano da Globo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade