in

Bolsonaro dispara mais uma vez contra Globo: ‘É a TV Funerária’

Publicidade

O presidente da República Jair Bolsonaro voltou na manhã desta segunda-feira (19) a atacar a TV Globo acerca da cobertura que a emissora faz sobre a pandemia ocasionada pelo Covid-19. Durante um diálogo com aliados do planalto Bolsonaro questionou as mortes ocasionadas pelo mosquito da Dengue e despejou diversas críticas sobre a emissora da família Marinho.

Bolsonaro questionou o que teria ocorrido com o mosquito da Dengue e disse: “O coronavírus matou o mosquito da dengue”. Em seguida, criticou o enfoque que a emissora global tem dado à pandemia enfatizando bastante a cobertura a respeito das mortes ocasionadas pela doença no Brasil.

O presidente da República informou que tem consciência que o vírus tem se tornado letal, mas relativizou o problema dizendo que os idosos seriam os mais afetados. Entretanto, Bolsonaro questionou mais uma vez os números apresentados pela TV Globo e afirmou que é necessário que a sociedade tenha os números concretos, colocando em dúvida as estatísticas de óbitos que vem sendo divulgadas pela emissora global.

Publicidade
Publicidade

Bolsonaro atacou a Globo dizendo que a emissora virou a “TV Funerária” e completou suas críticas dizendo que o âncora do Jornal Nacional, William Bonner, se comportaria como alguém que teria ganhado na Mega-Sena quando apresenta o número de mortes provocados pela pandemia.

– Sabemos que esse vírus está matando, em especial, o mais idoso e etc. Mas temos que ter os números concretos. A TV Globo, por exemplo, a TV Funerária – William Bonner parece que ganhou na Mega-Sena quando anuncia: “O maior recorde de mortes”, disparou.

Bolsonaro continua afirmando serem duvidosos os números de óbitos divulgados pela TV GLOBO. Por isso informou aos aliados políticos que demandou do Ministério da Saúde um minucioso levantamento sobre os principais motivos de óbitos no País nesses últimos anos. Ainda de acordo com o presidente, esses números que serão levantados pelo Ministério da Saúde serão divulgados no Comitê da Crise da Covid, um grupo formado por representantes do Estado e que fazem parte os presidentes da Câmara e do Senado Federal.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Alessandro Lo-Bianco

Escrito por Alessandro Lo-Bianco

Passou pelas redações da BandNews, Editora Abril, Jornal O Dia, Rádio CBN, Jornal O Globo e RecordTV. Autor de 11 livros, é atualmente colunista do programa A Tarde é Sua da Rede TV! Tem nove prêmios de Jornalismo, dois cachorros e é pai de menina.
Instagram: @AlessandroLoBianco