in

Humorista é internado e recebe apoio de amigos famosos

Ele possui o mesmo linfoma, um tipo de câncer, que atingiu também Reynaldo Gianecchini

Publicidade

O ator, humorista, roteirista e diretor teatral Caíque Luna, que se tornou conhecido por suas atuações nos programas “Zorra Total”, “Baby e Rose”, “Treme Treme”, “Xilindró” e também nos filmes “A casa da Mãe Joana 2” e “O Bolo”, está internado num hospital carioca para se tratar do Linfoma Não-Hodgkin, um tipo de câncer, igual ao que atingiu Reynaldo Gianecchini em 2011.

Em suas redes sociais, além de postar uma foto na cama do hospital, Caíque declarou que não gosta muito da vida real. Prefere ficar imaginando coisas para um mundo particular que tenta manter incorrupto. Gosta também de acreditar que as pessoas são boas e querem o bem umas das outras, pois se alimenta da emoção verdadeira do outro, do seu riso sempre e de quando conveniente ou necessário, o seu choro. Gosta de inventar pessoas, que fazem as pessoas rirem se identificando com as suas pessoas

Caíque faz de conta que a vida real pode ser como imagina e como crê, ela existe para ele, que vê a felicidade como uma promessa, mesmo que às vezes tenha que chorar.

Publicidade
Publicidade

Ele já colocou um cateter para iniciar o tratamento contra o Linfoma Não- Hodgkin.

Longo que souberam da doença que vem enfrentando e da sua internação, passou a receber mensagens de apoio de muitos amigos como Tatá Werneck, Samantha Schmutz, Fabiula Nascimento, Alexandre Nero, Rômulo Arantes Neto, Marcos Veras, Tiago Abravanel. Danielle Winits, Fabiana Karla e Ivete Sangalo entre outros. Todos unânimes em afirmar que estão na torcida para que Caíque saia dessa e se recupere o mais rápido possível.

Publicidade
Publicidade
Publicidade