in

Influenciadora digital é morta a tiros; namorado teria efetuado disparos e tirado a própria vida na sequência

Lívvia Bicalho tinha 37 anos e morava na cidade de João Monlevade, Minas Gerais.

Instagram | Lívvia Bicalho
Publicidade

Mais um suposto caso de feminicídio assustou moradores da cidade de João Monlevade, em Minas Gerais. De acordo com o site G1, a influenciadora digital Lívvia Bicalho foi encontrada morta com marcas de tiros no apartamento onde morava no bairro JK. A suspeita da polícia é que o namorado da influencer, Rafael Ribeiro, tenha efetuado os disparos e tirado a própria vida na sequência.

No feriado da última quarta-feira (21), vizinhos teriam ouvido uma discussão acalorada entre o casal e resolveram acionar a Polícia Militar. No local, os agentes já encontraram o casal sem vida. Rafael estaria com uma arma calibre 38 ao lado de seu corpo. Lívvia deixa dois filhos.

Com mais de 90 mil seguidores em seu Instagram, a influencer costumava interagir na web compartilhando fotos de looks. Lívvia também era cantora sertaneja e chegou a se candidatar como vereadora de João Monlevade em 2020. No dia do crime, o casal já teria discutido mais cedo, o que levou Lívvia a ir até uma delegacia.

Publicidade
Publicidade

Segundo a Polícia Militar, a influencer não quis registrar um Boletim de Ocorrência alegando ser uma pessoa pública, e acabou retornando para casa horas antes da tragédia. A polícia resolveu passar no local para saber se estava tudo certo e o casal afirmou que já haviam conversado e resolvido o problema.

As investigações irão concluir se a morte da influencer se trata de um feminicídio seguido de suicídio. O corpo de Lívvia está sendo velado nesta quinta-feira (22), no Cemitério Municipal de Nova Era, a 140 km de Belo Horizonte. O velório de Rafael Ribeiro também deve acontecer nesta tarde.

Publicidade
Publicidade
Publicidade