in

Cantor sertanejo de grande sucesso morre de Covid-19: ‘Uma perda muito grande’

Infelizmente, o cantor sertanejo não resistiu às complicações do coronavírus.

Pinterest
Publicidade

A Covid-19 impactou o mundo artístico e o país já perdeu vários ídolos queridos. Recentemente, o cantor Aguinaldo Timóteo morreu por causa do coronavírus, e o ator Paulo Gustavo está internado em estado grave devido à enfermidade.

Nesta última semana, o Brasil perdeu mais um nome importante no cenário artístico. Morreu aos 63 anos, o locutor e cantor sertanejo Bandeirantes. Ele faleceu na última quinta-feira, 22 de abril, na cidade de Pouso Alegre, interior do estado de Minas Gerais. Gilberto Felício da Silveira acabou entrando para a triste estatística dos mortos pela Covid-19.

O cantor sertanejo Bandeirante, que já teve como nome artístico Vandeirante e, depois, Wandeirante, formava dupla com Batista, que também mora na mesma cidade mineira, Pouso Alegre. Eles gravaram uma música que fez muito sucesso, o clássico Fuscão Preto, no finalzinho da década de 70. Depois disso, a canção foi regravada pelo Trio Parada Dura.

Publicidade
Publicidade

Bandeirante estava cumprindo o isolamento e fazendo o tratamento em casa, mas acabou tendo uma piora e necessitou ser internado às pressas. “Uma perda muito grande que a gente teve, de um parceiro de mais de 40 anos de carreira, mas não só eu perdi, como os amigos perderam, a família, os fãs também, nós temos uma carreira muito bonita que a mídia ainda não conhece”, desabafou Zé Batista, que fazia dupla com o artista.

O companheiro de estrada também lembrou dos tempos de sucesso da dupla. Ele contou que foram a muitos programas de TV. O amigo ainda fez questão de deixar uma mensagem para as pessoas, pedindo para que se cuidem mantendo as orientações para evitar contrair o vírus.

Publicidade
Publicidade
Publicidade