in

Remake de Pantanal corre o risco de ser cancelado

Se isso acontecer, elenco já escalado será remanejado para outras produções da Globo

Globo.com
Publicidade

A alta direção da Globo está bastante preocupada e vem, mais uma vez, analisando nos mínimos detalhes a produção do remake de “Pantanal”. Original de Benedito Ruy Barbosa, que obteve um sucesso fenomenal quando foi exibida pela extinta Rede Manchete em 1990 e teve Jayme Monjardim na direção-geral.

O problema maior é o aumento das queimadas e também o ilegal desmatamento da região. Os executivos da emissora são a favor de que os telespectadores vejam um cenário igual ou melhor do que já foi mostrado na época da Manchete, pois construir uma réplica do “Pantanal” numa cidade cenográfica, não teria o mesmo efeito e perderia muito, em relação aos efeitos que imagens verdadeiras poderiam causar junto aos telespectadores.

Para a emissora, só vale a pena o alto investimento se as gravações aconteceram em Mato Grosso do Sul, Caso contrário, o projeto, que foi adiado para 2022, corre o sério risco de ser arquivado definitivamente.

Publicidade
Publicidade

A emissora já dava como certo o sucesso de vendas de “Pantanal” no mercado internacional, mas para isso seria fundamental a exibição das imagens naturais da flora e da fauna dessa região.

Caso isso aconteça ou haja novo adiamento, o elenco já escalado como Marcos Palmeira, Dira Paes, José Loreto, além de Alanis Guillen, escolhida para ser a nova Juma Marruá, deverá ser remanejado para outras produções da emissora.

A única coisa concreta é que após a reprise de “Império”, o horário será ocupado por “Um Lugar ao Sol”, de Lícia Manzo, tendo Cauã Reymond como protagonista.

Publicidade
Publicidade
Publicidade