in

Luto: morre, aos 51 anos, eternizado integrante do grupo Menudo; família pede privacidade e clama por orações

A notícia da morte do cantor foi publicada pelo seu irmão, no Facebook, e confirmada pela imprensa internacional.

Reprodução: Campo Grande News / Viajante do Tempo Real - Fotomontagem por Vieira Filho
Publicidade

Na última sexta-feira (30), Raül Reyes, irmão do ex-integrante do grupo Menudos, Ray Reyes, divulgou, em suas redes sociais, o anúncio da morte do cantor.

Na publicação, Raül, além de informar sobre o falecimento do cantor, pediu privacidade para que a família pudesse ‘digerir’ a situação, notadamente a sua mãe, e clamou por orações.

Além disso, o irmão pediu que o público jamais se esquecesse do legado deixado pelo cantor.

Publicidade
Publicidade

Causa da morte ainda não foi divulgada

A morte do cantor de 51 anos ainda não teve sua causa divulgada e, de acordo com informações da imprensa internacional, o ex-participante do Menudos faleceu em sua casa, na cidade de Toa Baja, em Porto Rico. Raül embarcou para o local nesta madrugada, conforme divulgou em sua publicação na rede social do Facebook.

Trajetória de vida do cantor

Ray Reyes nasceu na cidade de Nova York, no ano de 1970, e, em 1983, iniciou sua participação no Menudo, banda que ganhou sucesso após sua primeira apresentação no programa Viva a Noite, exibido no SBT. Como clássico, o grupo apresentava a canção “Não se reprima”.

Dois anos depois de entrar para o grupo, Ray resolveu dar início à sua carreira solo no Brasil. Assim, foi autor de dois álbuns: Minha Música, com repertório em português, e Una y Otra Vez, cantando em espanhol.

Em 1998, Ray Reyes reencontrou seus parceiros de Menudo, quando fizeram uma turnê de reencontro. Nos últimos anos, o cantor continuava fazendo shows pela América.

Com a morte, Ray Reyes deixa dois filhos: Cecilia e Marcos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade