in

Luto na música: cantor sertanejo morre após acidente fatal, ao se colidir com caminhão

Facebook, Bruno Rayone
Publicidade

Faleceu no município mato-grossense de Barra do Garças, localizado a 516 km de Cuiabá, capital do estado, o cantor sertanejo Bruno Rayone Douglas Carvalho Souza. Ele tinha apenas 26 anos e se envolveu em um trágico acidente automobilístico, após colidir a motocicleta que estava pilotando contra um caminhão, de acordo com as informações apuradas pela polícia estadual.

O cantor sertanejo chegou a receber o socorro das equipes médicas, sendo conduzido às pressas para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Infelizmente, por conta das lesões e ferimentos, ele acabou não resistindo, vindo a óbito. O acidente ocorreu no sábado (17) à tarde na Rua Coxipó, esquina com a Avenida Araguaia, no bairro Jardim Araguaia Dois.

Publicidade

A motocicleta do cantor Bruno acabou indo parar debaixo do veículo de transportes. O condutor, um homem de 54 anos, alegou que conduzia o caminhão ao longo da Avenida Araguaia, quando foi surpreendido pela colisão com a moto ao fazer uma convergência sentido à Rua Coxipó.

Polícia apura a ocorrência

O motorista do caminhão permaneceu no local da batida até que as equipes de resgate chegaram no local. Em seguida, ele teve que ser conduzido para a central de atendimento da Polícia Militar, onde prestou depoimentos a respeito do acidente. A Polícia Civil passa agora a apurar o ocorrido.

Publicidade

Carreira de Bruno na música sertaneja

Bruno nasceu em Colinas, natural do Tocantins, era solteiro e morava em Barra do Garças, no Mato Grosso. Ele fazia cover de músicas sertanejas em casas noturnas, bares e estabelecimentos da região, sendo conhecido na região.

Publicidade
Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

A Dona do Pedaço: Maria da Paz impõe condição para voltar com Régis e ele aceita

A Dona do Pedaço: Régis faz pacto com Téo para tirar Maria da Paz da miséria